A tendinite no pé pode ser uma das lesões mais incômodas para os corredores. Causada por sobrecarga ou esforço repetitivo nos tendões da regiões, ela pode gerar dores intensas durante o treino e deixar um atleta fora de combate por diversos meses até a recuperação total. 

O que pode causar tendinite no pé?

A tendinite, ou tendinopatia, ocorre quando o tendão é forçado a trabalhar mais do que está preparado, ou da maneira errada. Isso gera pequenas fissuras  na estrutura, que se desenvolvem e podem causar as inflamações. Mas há diversos fatores que contribuem para o surgimento da lesão.

A falta de fortalecimento muscular e de alongamento da região é um dos mais comuns. Mas postura inadequada, idade, estresse e até hábitos como o consumo de álcool e o tabagismo podem influenciar na saúde dos tendões e, consequentemente, no aparecimento de uma tendinite.

O que fazer ao sentir dor?

A primeira coisa a se fazer ao sentir dor é parar imediatamente a atividade. Para alívio do incômodo, a primeira recomendação é a aplicação de uma compressa gelada por 30 minutos. Repita o processo a cada 2 horas. Se a dor persistir, procure um ortopedista para avaliar a situação e indicar o melhor tratamento.

Tratamento

A maioria dos casos de tendinite pode ser solucionado com um tratamento conservador, composto por prática de exercícios, massagens, bolsa de gelo e um bom período de repouso. Nos casos mais graves, o uso de anti-inflamatórios e e sessões de fisioterapia podem ser recomendados.

Se a tendinite no pé não for tratada de forma adequada, o caso pode evoluir levando a uma ruptura, parcial ou total, dos tendões. 

Fontes

ativo.com.br

Dra. Rebeka Paulo – Médica Reumatologista

Rodrigo Nicoleti – fisioterapeuta e educador físico

Dr. Leandro Gregorut – ortopedista especialista em medicina esportiva