O atleta ficou com o ouro na prova dos 50m costas e agora soma 28 medalhas na carreira

Foto: Ale Cabral/CPB

Neste domingo, dia 25, Daniel Dias fez finalmente sua estreia nos Jogos Parapan-Americanos. O atleta nadou os 50m costas e ganhou a medalha de ouro com o tempo de 36.79. Esta medalha agora soma 28 no total de sua bagagem. Com ainda quatro provas para serem disputadas, a expectativa sobre a contagem final aumenta, mas Daniel diminui a pressão. “Eu não nado buscando medalhas. Foco na minha performance, na entrega do meu melhor naquele dia. A medalha é consequência. Fico feliz quando ela vem, é claro, mas procuro a melhor versão de mim mesmo nestas ocasiões. Estou feliz com o resultado de hoje e animado para as próximas provas. A arena lotada passou uma energia muito boa também, que legal que o pessoal está prestigiando o evento, isso me empolga também”

O domingo ainda teve um teor comemorativo, pois marcou a contagem regressiva de um ano para as Paralimpíadas de Tóquio 2020. “É impressionante como o tempo passa rápido. Estive no Japão em novembro e aquele clima já me contagiou, foi tão bom. Estou ansioso para chegar agosto do ano que vem. Viver uma Paralimpíada é algo único, com certeza é o meu objetivo neste ciclo. Que este Parapan ajude a equipe do Brasil a estar mais perto deste sonho’, comenta Daniel.

Em paralelo, o Instituto Daniel Dias também pode celebrar a estreia de seu atleta Andrey Garbe em Jogos Parapan-Americanos. Andrey que tem Daniel como ídolo nadou os 100m borboleta da classe S9 e ficou com em quarto lugar, sua principal prova, os 100m costas, será na terça-feira.