Como escolher o tênis de corrida? Na hora de escolher um calçado para correr, é primordial que você escolha um que seu pé consiga se movimentar, principalmente, os dedos. Ou seja, tênis muito apertado não funciona.

Segundo a triatleta amadora e personal trainer Renata Nicolao, uma dica boa também é prová-lo com uma meia que você está habituado a usar durante a corrida. Geralmente, indica-se um número maior do que o tamanho do tênis do dia a dia, justamente para que se tenha essa ‘folguinha’ para o seu pé se movimentar. Fique atento aos formatos de cada marca. Difere muito de uma pra outra na hora de escolher o tamanho ideal.

Mas por que o pé precisa de espaço dentro do tênis? O nosso pé precisa fazer o amortecimento do impacto e transferência de energia para o movimento em si.

Ah, mas não é o tênis que amortece o impacto na corrida? Renata pondera: “Sinto dizer que não. A combinação entre o pé, o tornozelo e todos os ossos, músculos e ligamentos que envolvem essa articulação foi feita para amortecer/absorver o impacto gerado. Se você tem esse mecanismo forte e eficiente, dificilmente ficará colocando a culpa no “tênis errado” quando pensar nisso”.

Além disso, nosso pé é uma máquina! E uma máquina muito forte! A curvatura do nosso pé (arco plantar) funciona como uma mola. Essa mola precisa ser forte. Vai auxiliar na eficiência da pisada e, consequentemente, na mecânica de corrida. Por isso, não negligencie exercícios para fortalecer os seus pezinhos.

Tênis para pisada pronada, pisada supinada… Não se preocupe com isso! De acordo com Renata, tênis neutro sempre vai ser a melhor escolha se você não tem nenhuma alteração significativa e excessiva de pronação e supinação.

A pronação (pisar com a parte de dentro) e a supinação (pisar com a parte de fora) são movimentos naturais do nosso pé e que se acentuam em determinadas fases da corrida. Não sendo em excesso, está tudo bem e natural! Um bom profissional pode avaliar e, se for o caso, pensar na melhor estratégia para auxiliar nisso.

Além de todas essas informações, também se fala em drop do tênis. Drop é o tamanho do salto do tênis, ou seja, a diferença entre a parte da frente e a parte de trás. Para pensar em drop, além do conforto que você deve sentir ao calçar qualquer tênis, é legal pensar em como seu pé aterrissa no solo.

Retropé (calcanhar), médiopé (meio do pé) ou antepé (parte da frente do pé) são as três formas de aterrissagem e cada uma delas pode ser mais confortável com específicos tamanhos de drop. Isso não é nenhuma regra, ok? Mas percebe-se que um tênis com um drop mais alto fica mais confortável para quem aterrissa com o retro-pé (calcanhar). Para as duas outras formas de aterrissagem, qualquer tipo de drop pode ser confortável.

Pode ser e parece ser assim. Não é regra. A regra é sua, você que vai entender o seu corpo e saber qual o drop ou tênis ideal é mais confortável para que sua corrida seja desempenhada da melhor forma!

Fonte: Foco Radical