Conforme defende o pesquisador Hirofumi Tanaka, Universidade do Texas (EUA), pessoas com tendência a torcer o tornozelo devem evitar superfícies como grama e terra, pois apresentam irregularidades que podem desestabilizar os pés e causar lesões. Dessa forma, o asfalto seria a melhor opção para esses atletas, permitindo tiros de diferentes durações e intensidades. 

Outro ponto são as intempéries climáticas em trilhas ao ar livre que exigem o controle da umidade para evitar problemas como bolhas, fungos e bactérias. Além disso, é necessário maior estabilidade na pisada, já que a presença de pedras, galhos e folhas podem influenciar no equilíbrio dos passos e até mesmo provocar quedas. 

Para garantir uma prática segura, especialistas recomendam a atenção ao amortecimento e a estabilidade do calçado. Para isso, o uso de tênis de corrida não é o mais indicado, deve-se buscar uma opção com ranhuras altas e solados antiderrapantes que contribuem para o equilíbrio da pisada e evitam que o barro se acumule no calçado.

Uma outra forma de ajudar a evitar lesões adotada por muitos atletas é o uso de meias de compressão. Com composição em poliamida, as peças possibilitam mais controle da pisada, sem deslizar o pé dentro do calçado. E ainda, devido à pressão gradual da peça, a vibração muscular diminui, o que minimiza as chances de lesões e dores pós-treino. 

Fonte: terra.com.br