A corrida é um esporte democrático: você não precisa de equipamentos complexos, pode fazer a qualquer hora do dia, sozinho ou acompanhado. Mas qualquer pessoa que pensou em começar a correr já deve ter passado por isso. Você entra numa loja, encontra diversas opções de tênis de corrida e fica perdido sobre qual é a melhor opção. Se esse for o seu caso, o Dr. Marcos H. Sakaki vai tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Ele é membro da Diretoria da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé, além de especialista na área do Hospital Orto, referência na região do Vale do Paraíba em Ortopedia.

  1. Saiba qual é o seu tipo de pisada

O tipo de pisada varia de acordo com o formato dos pés, que basicamente é definido pela altura do arco plantar, que se encontra na parte interna dos pés. Pés planos têm um arco mínimo ou ausente, pés cavos arcos mais altos enquanto que no pé normal a porção mais alta do arco tem aproximadamente um dedo de altura.

Pés normais geralmente têm pisada normal, pés planos pisada pronada e pés cavos pisada supinada. Vale lembrar, no entanto, que essa correlação nem sempre é tão simples pois outros fatores podem alterar o tipo de pisada.

  1. Quais modelos de tênis existem no mercado?

Quanto ao grau de suporte aos pés proporcionado pelo tênis existem os neutros, os para pisada pronada e os para supinada. Os tênis para pisada pronada têm uma sola mais densa sob o arco plantar e um contraforte mais firme enquanto que os para pisada supinada possuem solas com maior poder de amortecimento.Quanto à espessura da sola do tênis existem os normais, os minimalistas e os maximalistas. Os minimalistas possuem solas extremamente finas e funcionam como uma meia de proteção aos pés. Seu uso simula uma corrida com os pés descalços. Já os maximalistas têm solas mais grossas que o normal, com um poder de amortecimento ainda maior que os modelos para pisada supinada.

  1. Qual o modelo de tênis mais adequado para mim?

De modo geral, pés normais correm bem com tênis de pisada neutra, pés planos com os modelos para pisada pronada e pés cavos com os para pisada supinada.

  1. Nunca compre tênis que fiquem desconfortáveis

O conforto é o fator mais importante na hora de escolher o seu tênis de corrida ideal. Na maioria das vezes, inclusive, os tênis de corrida devem ser 1 ou 2 tamanhos maiores que os sapatos sociais.

Os tênis devem ser experimentados com as meias de corrida e, estando em pé, deve ter um espaço livre de 1 a 1,5 cm entre o dedo mais longo e a ponta do tênis. Em nenhum lugar do pé deve haver desconforto.

  1. Escolha tênis diferentes para alternar

O recomendável é usar diferentes tênis de corrida, em dias alternados, como estratégia para diminuir os riscos de lesões. Tênis diferentes causam diferentes forças de impacto nos pés, desgastando menos as articulações, músculos e tendões.

É como a água pingando numa pedra. Se as gotas caem em locais diferentes, o desgaste é menor.

  1. Lembre-se: nenhum tênis compensa treinos inadequados

Não existe tênis milagroso que evite todas as lesões ou que compense os erros de um treino inadequado. Ter uma orientação correta por um profissional de educação física quanto ao tipo, frequência e volume de corrida, especialmente no começo, e manter uma dieta saudável são ainda mais essenciais para conseguir bons resultados e evitar lesões.

Fonte: g1.globo.com
Leia mais em: https://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/especial-publicitario/hospital-orto/noticia/2021/02/23/como-escolher-o-tenis-de-corrida-ideal-para-voce-7-fatores-a-considerar.ghtml