Por mais que os treinos já fossem um grande avanço no cenário de uma pandemia, que ainda impede muitos clubes de serem abertos, dois treinadores de natação do Rádio Clube, de Campo Grande (MS), colocaram em prática uma ideia que apareceu de forma despretensiosa na borda da piscina. Durval Barbosa e Jehilson da Silva conseguiram, em pouco tempo, criar a Copa Brasil virtual da modalidade, que aconteceu no último sábado, com mais de 500 inscritos e 25 clubes, dois deles de fora do país (Alemanha e Portugal). Minas Gerais foi representado por um atleta da academia Hidronobre, de Ipatinga, que está aberta atendendo às medidas de segurança. Como o clube de origem do nadador está fechado, ele treina na cidade do Vale do Aço para manter a rotina de treinos.

Tão importante quanto colocar os atletas para reviver o sentimento de uma competição, foi arrecadar alimentos para doações para entidades beneficentes a serem escolhidos por cada clube participante. “A ideia superou todas as nossas expectativas, o brilho voltou nos olhos dos meninos. A gente estava muito preocupado em ficar só treinando e foi a maneira que encontramos de trazer uma disputa de volta. Já estamos programando uma segunda etapa, com outras regras e provas diferentes. Os pais gostaram, os atletas também e acho que foi um sucesso”, destaca Durval.

Em função do distanciamento, o torneio teve um formato diferente, com presença somente de clubes que têm aval do Estado para a prática da natação. Os atletas de cada clube se reuniram em sua piscina de origem para as provas, com os tempos sendo computados pelos próprios treinadores. Um grupo de Whatsapp serviu para registro de todos os tempos e divulgação dos resultados e rankings. Uma alternativa que entrou em ação foi a utilização de pés de patos para dar um estímulo a mais aos participantes. Três provas, das categorias mirim a sênior, entraram na disputa nesta primeira etapa: 400m livre, 100 livre e 200m perna.

Fonte: https://www.otempo.com.br/superfc/especializados/copa-brasil-de-natacao-tira-atletas-da-rotina-de-treinos-em-competicao-virtual-1.2362734