O ciclista belga Remco Evenepoel sofreu uma grave queda neste sábado durante a Volta da Lombardia, na Itália. Ele caiu de uma ponte e se chocou contra alguns arbustos. Campeão da etapa anterior, na Polônia, Remco fraturou a pélvis e teve uma contusão no pulmão direito.

Remco Evenepoel fazia parte do pelotão que liderava a descida do Colma di Sormano – o trecho mais íngreme da prova. Ele ocupava a quarta posição no grupo quando bateu no guard-rail da ponte, deu uma cambalhota de costas e atravessou a mureta.

Evenepoel foi atendido pelos paramédicos e levado ao hospital. Em um comunicado oficial divulgado na noite deste sábado, a equipe Deceuninck-Quick Step disse que o ciclista sofreu múltiplas lesões.

Evenepoel caiu nos últimos 50 quilômetros, atingindo a parede de uma ponte e entrando em um barranco. Ele estava consciente o tempo todo enquanto passava por uma série de exames para revelar a extensão de seu ferimento. Infelizmente, os raios-X mostraram uma pélvis fraturada e uma contusão no pulmão direito. Nosso piloto permanecerá no hospital durante à noite em observação, antes de voar no domingo para a Bélgica

disse o responsável pela equipe.

O ciclista belga, de apenas 20 anos, vivia um momento muito promissor no ciclismo de estrada, já tinha vencido o Tour da Polônia e a Volta a Burgos neste ano. Ele está sendo comparado a Eddy Merckx, conterrâneo considerado o maior ciclista de todos os tempos.

Etapa polonesa também foi marcada por acidente grave

Em disputa pela liderança da 1ª etapa da Volta da Polônia, na semana passada, Fabio Jakobsen tentou uma ultrapassagem pelo lado direito do circuito, quase na linha de chegada, mas foi fechado pelo adversário Dylan Groenewegene e imprensado contra as barreiras de proteção.

O choque fez com que ele fosse lançado ao ar e ainda se chocasse com um fiscal de prova, ficando em estado gravíssimo. Outros quatro ciclistas que vinham logo atrás também caíram, e dois deles precisaram ser hospitalizados. Groenewegen foi desclassificado.

Fonte: Globo esporte