O Brasil fechou com mais sete medalhas o Open de Loulé, torneio amistoso organizado em Portugal. A delegação brasileira conquistou mais três medalhas de ouro e quatro de prata neste domingo. O destaque foi a prova dos 100m livre em que os sete atletas do país ficaram no top-10 tendo, inclusive, garantido o pódio todo verde e amarelo.

Os tempos em si não foram espetaculares, mas mostram uma consistência dos nadadores brasileiros que, mesmo após a pandemia, conseguiram manter bons números e a competitividade. O revezamento 4x100m livre promete chegar a Tóquio com chances reais de medalha. Por isso, estar entre os escolhidos para compor o time tem ainda mais importância. Neste domingo, Pedro Spajari foi o único a nadar para a casa dos 49 segundos (49s44) e, por isso, garantiu o ouro. O equilíbrio entre os brasileiros é tão grande que houve um empate na disputa pela prata. Marco Antonio Ferreira Junior e Breno Correia fecharam em 50s05. Marcelo Chierighini não subiu ao pódio por 0s02 (50s07) e Gabriel Santos por 0s05 (50s10).

Nos 50m peito, vitória de Felipe França, com 28s38. O ouro também veio nos 100m borboleta, com Leonardo Santos (55s00). O revezamento 4 x 100m medley formado por Guilherme Guido, Felipe França, Leonardo Santos e Breno Correia ficou com a prata (3m44s50), mesmo resultado de Viviane Jungblut (16m27s31) nos 1500m livre feminino.

O Open de Loulé reuniu basicamente atletas de Espanha, Portugal e Andorra, além dos brasileiros que já estavam treinando em Rio Maior, onde o Comitê Olímpico do Brasil (COB) promove um período de treinamento para várias modalidades, incluindo a natação. Ao todo, o Brasil têm 14 representantes na competição, a primeira destes atletas desde o início da pandemia, em março. Todos os integrantes da comissão técnica, bem como os nadadores, foram submetidos a exames de Covid-19 e apresentaram resultado negativo

O Brasil terminou a competição com 18 medalhas (10 de ouro, 7 de prata e 1 de bronze). Como esperado pelo tempo sem treinar, não foram batidos recordes internacionais. Portugal conseguiu bater três recordes de seu país, todos na natação feminina.

Resultados brasileiros deste domingo:

800m livre masculino

4º – Alexandre Finco – 8m07s01
6º – Diogo Villarinho – 8m12s27
8º – Fernando Ponte – 8m25s16

1500m livre feminino

2º – Viviane Jungblut – 16m27s31

50m peito masculino

1º – Felipe França – 28s38

100m costas masculino

5º – Guilherme Guido – 57s76
6º – Leonardo Santos – 58s67

100m livre masculino

1º – Pedro Spajari – 49s44
2º – Marco Antonio Ferreira Junior – 50s05
2º – Breno Correia – 50s05
4º – Marcelo Chierighini – 50s07
5º – Gabriel Santos – 50s10
8º – Murilo Sartori – 50s59
9º – Fernando Scheffer – 50s81

100m borboleta masculino

1º – Leonardo Santos – 55s00

4x100m medley masculino

2º – Brasil (Guilherme Guido, Felipe França, Leonardo Santos e Breno Correia) – 3m44s50

Fonte: Globo Esporte